A convivência do seu bebê com outras pessoas

A convivência do seu bebê com outras pessoas

O momento que acaba a licença-maternidade é cruel para as mamães. É aquela hora que elas têm que se separar um pouco do bebê, e surgem muitas dúvidas, ansiedade, insegurança: será que meu filho será bem cuidado? Ele se adaptará ao berçário? Sentirá a minha falta?

O período de adaptação do bebê ao berçário é de suma importância e merece toda a atenção e trabalho em equipe entre pais e escola. É um processo que precisa ser conduzido com calma e cuidados especiais.

Nos primeiros momentos desta fase de adaptação, o bebê fica no berçário somente poucas horas. Com o tempo, a permanência vai aumentando, sempre observando as reações que ele tem antes, durante e depois do período em que fica no berçário. Alguns sinais como satisfação ao chegar à escola e aceitação à nova rotina, podem demonstrar progresso no processo.

A interação entre pais e berçaristas é fundamental para o sucesso desta ‘nova experiência social’. É ideal que os pais fiquem tranquilos e procurem não demonstrar insegurança excessiva. Durante o tempo em que estão acompanhando a adaptação, é necessário deixar que as profissionais assumam a rotina com o bebê.

E de forma geral, muita calma para que este momento seja de fato proveitoso para o seu bebê.

Leave a Reply