Algumas técnicas nos cuidados de gêmeos

Algumas técnicas nos cuidados de gêmeos

A descoberta de uma gravidez de gemelares é sempre uma explosão de alegria, e com ela vem um milhões de dúvidas!

As peculiaridades de dar à luz, gêmeos, começam bem antes de os bebês irem para casa, quando são necessários dois berços, dois colos e fraldas que não acabam mais.

Os enjôos, o inchaço, a dificuldade para dormir, as alterações de humor e o ganho de peso costumam ser mais severos. Além disso, a fome devastadora precisa ser barrada. Só é permitido comer, em média, 500 calorias a mais que uma grávida de feto único – cuja dieta deve ter em torno de 2,5 mil calorias.

A grávida precisa estar preparada. Ou melhor, bem informada. Complicações como hipertensão, diabetes, problemas renais e taquicardia são mais comuns quando se esperam gêmeos. E a necessidade de repouso também costuma ser precoce, surgindo lá pela vigésima semana de gestação. Isso porque, no caso desses bebês, há um alto risco de prematuridade.

1. Vida sem cronograma significa nenhuma vida para você

Já é dificil o suficiente com um único bebê, mas quando você tem bebês gêmeos, as coisas têm que ter horários. Se você quer que os bebês tenham os mesmos horários de alimentação e cochilos, estabeleça uma rotina!

2. Você pode amamentar dois bebês ao mesmo tempo – sim, é verdade!

Se você amamentar, você pode alimentar os dois bebês ao mesmo tempo com um gêmeo em cada mama. Mas é preciso muita coordenação e paciência.

3. Um só berço está bom bem no início

Gêmeos recém-nascidos podem certamente permanecer no mesmo berço inicialmente. Se eles dormirem melhor quando sabem que o outro está por perto, o compartilhamento de berço pode durar até eles se moverem para as camas de infância.

Muitos pais podem fazer a troca de dois berços quando os gêmeos começam a rolar, chocar-se com o outro e acordar uns aos outros, diz a especialista.

 

4. Gêmeos recém-nascidos compartilham tudo – incluindo germes

Os gêmeos são como todos irmãos, que certamente contraem doenças uns dos outros. Se um gêmeo tem uma infecção contagiosa, o irmão tem o mesmo risco de adquiri-lo como ele ou ela teria se alguém na casa tivesse com alguma infecção. Os pais dos gêmeos recém-nascidos podem considerar em separar os bebês se algum deles contrair alguma doença infecciosa logo após o nascimento.

5. Os gêmeos podem ser semelhantes, mas eles também são diferentes

Incentivar as diferenças entre gêmeos e nunca compará-los uns aos outros, é uma boa técnica. A maioria das crianças têm os seus próprios pontos fortes e fracos, e os gêmeos não são exceção. Separar os gêmeos eventualmente também é útil, é importante que eles se separem e obtenham o seu próprio grupo de amigos.

 

 

Leave a Reply