Azia na gestação

Azia na gestação

Azia é uma sensação de queimação que inicia final do osso do meio das costelas e vai até a garganta, e é comum surgir no segundo ou terceiro trimestre da gestação, mas algumas mulheres podem sentir os sintomas mais cedo. Ela aparece na gravidez por causa das mudanças físicas e hormonais que estão acontecendo no seu corpo.

Durante a gravidez, a placenta produz o hormônio progesterona, que relaxa os músculos do útero. Esse mesmo hormônio também relaxa a válvula que separa o esôfago do estômago, e os ácidos gástricos que participam da digestão acabam subindo pelo esôfago, causando a sensação desconfortável de azia. É o famoso refluxo gastroesofágico. A progesterona também diminui o ritmo das contrações naturais do estômago, deixando a digestão em geral mais lenta.

Mais para o fim da gravidez, a cavidade abdominal fica apertada porque o bebê está crescendo, e falta espaço para os órgãos. Seu estômago e intestino são empurrados, o que reduz o ritmo da digestão. Os ácidos gástricos acabam sendo levados para o esôfago.

Para amenizar a sensação de queimação é preciso ajustar a alimentação, cortando do cardápio alimentos pesados, com muitos condimentos, gordurosos e fritos, especialmente à noite. Evite também chocolate, café, frutas cítricas, tomate, vinagre e bebidas alcoólicas e gaseificadas. Faça várias refeições pequenas e frequentes durante o dia, coma devagar mastigando bem os alimentos e não beba muito líquido nas refeições. Evite deitar durante pelo menos uma hora após as refeições. Procure elevar a cabeceira da cama usando almofadas e travesseiros, pois, com a cabeça elevada, ajuda a manter os ácidos no estômago. Também é importante controlar o seu peso e usar roupas largas e confortáveis, que não apertem a cintura e o estômago.

A azia em geral não faz mal para você nem para o bebê, mas é muito desconfortável. Vale a pena tomar alguns cuidados para evitar esse desconforto.

Leave a Reply