Educação na infância: erros mais comuns

Educação na infância: erros mais comuns

“Onde foi que eu errei?” – quantos pais já não se perguntaram isto? Não se desespere, afinal educar não é fácil. Mas também não é um bicho papão. Aprendemos com os erros e quanto mais cedo a falha for identificada, mais fácil de se evitar conflitos entre pais e filhos.

Começando pela alimentação que é uma das principais queixas dos pais. “Meu filho não come”, “Tenho que ficar correndo atrás do meu filho para que ele coma” são frases bastante ouvidas pelos pais. Para evitar esse aborrecimento atitudes simples podem ser realizadas desde cedo. Nada de aviãozinho, televisão ou barganha para que a criança coma. A criança deve entender que sem a comida poderá ficar fraca, com fome e até doente. Qualquer atitude que faça com que a criança coma sem prestar atenção na comida é ruim. A alimentação deve ser colorida, diversificada e balanceada para a criança não enjoar e aprender a comer de tudo e assim evitar qualquer distúrbio alimentar, como obesidade, bulimia ou anorexia.

Mimar demais a criança não é bom. Outro velho excesso praticado pelos pais: fazer tudo pela criança, mesmo tarefas que já pode realizar sozinha, superprotegendo o filho, é prejudicial ao desenvolvimento social. Normalmente essas crianças crescem se achando o centro do mundo, mandando e desmandando em tudo e exigindo até o que deve ser feito no jantar. Não conseguem se adaptar na escola, sentem-se inseguros e tornam-se inseguros e irresponsáveis justamente porque nesse lugar ele será apenas mais um, e não o dono do pedaço.

Saiba dizer “não” e dê bronca quando realmente for preciso.

 

Deixar o filho ganhar constantemente um jogo só para não vê-lo frustrado com a perda já que não tem a mesma capacidade que a sua faz com que a criança aprenda que a vida é só ganhar. O jogo faz com que a criança espere a sua vez, aceite regras e limites impostas, aprenda a negociar e aceite que a vida é feita de ganhos e perdas.

E a máxima da educação é o exemplo. A criança aprende com exemplos de quem ela confia que são os pais. Os filhos são o espelho dos pais.

Dicas

Não critique ou elogie demais o seu filho. Tanto um como o outro é prejudicial. O bom senso é a melhor medida.

Não se culpe pelo erro, filho não vem com manual de instruções. Só não insista no erro já detectado.

Na dúvida, procure sempre um especialista para te orientar.

Leave a Reply