Insônia na gestação – é normal?

Insônia na gestação – é normal?

As primeiras semanas de gestação podem ser terríveis para a futura mãe, pois neste período, além de náuseas e vômitos, o cansaço e o sono excessivo são muito comuns na gravidez.

Um dos conselhos que a mulher mais escuta durante a gestação é: “durma muito, aproveite bastante para descansar antes de o bebê nascer”. Entretanto, você já ouviu falar que algumas gestantes, ao contrário da grande maioria, tem insônia em algum momento da gestação?

Durante a gravidez, as diversas mudanças que acontecem no corpo podem provocar alguns efeitos colaterais, entre eles, a dificuldade de dormir. A mudança hormonal e física favorece a insônia na gravidez, acrescida também de uma boa dose de preocupação, comum às grávidas.  Essas alterações hormonais estão relacionadas ao aumento do nível de estrogênio no organismo, este hormônio possui ação estimulante e provoca a insônia.

O impacto do sono de má qualidade vai muito além do cansaço no dia seguinte: pode subir em até 40% a chance de o bebê nascer antes da hora. Isso ocorre porque problemas como a insônia não só impedem o descanso, mas também interferem no funcionamento do corpo da gestante, passando a liberar mais hormônios do estresse, como o cortisol, que por sua vez libera substâncias inflamatórias pelo organismo.

O tratamento para insônia na gravidez pode ser feito com medicamentos, mas eles só devem ser prescritos pelo obstetra. Para amenizar esses sintomas na gravidez sem o uso de remédios o ideal é ir dormir sempre à mesma hora, num quarto tranquilo, colocar um travesseiro entre as pernas para ficar mais confortável, tomar o chá de erva-cidreira e evitar café e outras bebidas estimulantes após as 18h, evitar ambientes muito claros e barulhentos, como shoppings e centros comerciais à noite, usar roupas confortáveis e fazer refeições saudáveis.

Leave a Reply